terça-feira, outubro 31, 2006

Pormenores

JN
PORMENORES
Desvio nas vendas de tabaco na cadeia
Nuno Miguel Maia

Entre 1994 e 2001, a cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, registou um défice na facturação do tabaco que ultrapassou 67 mil euros. A Direcção- -Geral dos Serviços Prisionais efectuou uma auditoria e entregou o caso ao Ministério Público (MP), por suspeitas de crimes de peculato. Mas ninguém conseguiu descobrir para onde foram desviadas as verbas.

Teriam sido extraterrestres?

1 comentário:

disse...

E os delinquentes estão lá todos?